21 C
Quarai
7 de março de 2021

Altas temperaturas e o La Niña aumentarão a estiagem no RS

As altas temperaturas e o fenômeno La Niña irão agravar a estiagem no Rio Grande do Sul em 2021. Ainda no ano passado, as bacias hidrográficas não receberam a chamada recarga hídrica entre os meses de janeiro e maio e nem mesmo as chuvas do meio do ano conseguiram melhorar a situação dos rios no Estado. Ontem, na vista na orla do Guaíba, já era possível ver as marcas da estiagem em diversos pontos, principalmente nas cercanias do anfiteatro Pôr-do-Sol. Conforme a Sala de Monitoramento Hidrológico da Sema, nas últimas 24 horas, os maiores volumes de chuva foram registrados em bacias do Nordeste do RS.
Já a análise feita nos três dias anteriores aponta que as precipitações ajudaram a amenizar a baixa disponibilidade hídrica da maioria das bacias gaúchas, mas ainda assim, com a presença do La Niña, o Instituto Nacional de Meteorologia indica a possibilidade de chuvas abaixo da média. Em 2020, houve recorde de cidades gaúchas que anunciaram situação de emergência em função da estiagem. Mais de 90% dos municípios foram prejudicados pela falta de chuvas.
Carregando...