21.4 C
Quarai
25 de outubro de 2021

RS chega a 50% da população com esquema vacinal completo contra a covid-19

O painel de monitoramento da Secretaria Estadual da Saúde (SES) também aponta que 75% da população residente já tomou pelo menos uma dose da vacina

O Rio Grande do Sul chegou aos 50,3% da população residente com o esquema vacinal completo, neste sábado (2), quase nove meses depois do início da vacinação contra a covid-19. Isso significa que mais de 5 milhões de habitantes do Estado já receberam as duas doses da vacina ou a dose única contra o coronavírus.

O painel de monitoramento da Secretaria Estadual da Saúde (SES) também aponta que 75,2% da população residente já tomou pelo menos uma dose da vacina. A atualização é das 6h30min deste sábado.

Ao todo, já foram distribuídas 16.065.407 de doses no Estado. Segundo a secretária da Saúde do Rio Grande do Sul, Arita Bergmann, os indicadores demonstram agilidade na distribuição das doses e esforço dos municípios em suas estratégias de imunização.

Leia mais.

Especialistas da área de saúde sugerem cautela para a população após flexibilizações no RS

— Só não podemos esquecer que quase 700 mil pessoas no Estado já poderiam ter recebido a segunda dose e ainda não voltaram aos postos. A superação da pandemia passa pela consciência coletiva da importância do esquema vacinal completo. É preciso que os gaúchos voltem para a D2 — alerta a secretária.

Segundo o chefe do Serviço de Infectologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Eduardo Sprinz, independentemente de os números da vacinação estarem avançando no Estado, é preciso manter cuidados como uso de máscara e distanciamento.

— O primeiro efeito seria quando chegasse em 30%, quando começariam a cair os números de casos graves. Com 50% de pessoas com o esquema vacinal completo, chegamos à fronteira para começarmos a liberar eventos públicos, com restrições. Estamos indo de acordo com o planejado lá atrás — comenta o infectologista.

Para o médico Alessandro Pasqualotto, chefe do Serviço de Infectologia da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e professor da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), ainda há espaço para a vacinação avançar, principalmente, na direção das crianças e dos adultos que não se vacinaram. E avançando, completa, a tendência é que os números da covid-19 sigam em queda

Carregando...